Fora do ar, sistema do Banco Central permite resgate de R$ 900 mil 'esquecidos'

·3 min de leitura
Demandas realizadas ao Banco Central, até o momento, representam apenas uma pequena parcela do total que o serviço pretende atingir
Demandas realizadas ao Banco Central, até o momento, representam apenas uma pequena parcela do total que o serviço pretende atingir - de R$ 3,9 bilhões e 28 milhões de CPF e CNPJ nessa primeira fase (Getty Images)
  • 'Black Friday': sobrecarga de acessos é como se muitos clientes entrassem na loja ao mesmo tempo

  • Atual situação do país, principalmente pós-pandemia, contribui diretamente para isso

  • Suspensão do SVR foi feita de forma preventiva pelo BC

No início desta semana, o Banco Central (BC) disponibilizou o chamado Sistema de Valores a Receber (SVR) - serviço que permite a cidadãos e empresas consultar se existe algum dinheiro “esquecido” a receber em bancos e demais entidades do sistema financeiro. E mesmo depois de ficar fora do ar, por conta do alto número de acessos, cerca de R$ 900 mil puderam ser resgatados em apenas 24h, com 79 mil pessoas conseguindo acessar o site e realizar mais de 8,5 mil solicitações. A devolução do montante, no entanto, deve demorar por volta de 12 dias úteis, e será realizado via Pix.

Leia também:

Suspensão preventiva do site

De acordo com as informações divulgadas pelo próprio Banco Central em nota, o sistema deve retornar "o mais rápido possível", já que as demandas realizadas até o momento representam apenas uma pequena parcela do total que o serviço pretende atingir - de R$ 3,9 bilhões e 28 milhões de CPF e CNPJ nessa primeira fase. A suspensão do SVR foi feita de forma preventiva pelo BC, para que o sistema possa ser estabilizado, mas o serviço deve retornar à sua normalidade em breve.

Possíveis causas do problema

De acordo com Rafael Umann, CEO da Azion - empresa que provê serviços de infraestrutura em tecnologia -, o problema de acessos no site do Banco Central pode ter sido causado por dois fatores: a falta de infraestrutura do próprio site, que poderia ser resolvido em poucas horas com o aumento de capacidade dos servidores; ou uma questão na programação do sistema, que levaria mais tempo para ser resolvido, já que seria preciso reescrever o sistema com programadores.

Efeito 'Black Friday'

Seguindo a mesma linha de raciocínio de Umann, que comparou o episódio com uma 'Black Friday' - quando os sites de varejistas precisam se preparar para um grande volume de acessos -, Bruno Giordano, Chief Information Security Officer (CISO) da Ativy Digital, explica que a sobrecarga de acessos é como se muitos clientes entrassem em uma loja ao mesmo tempo e os atendentes não conseguissem falar com todo mundo. Já para Daniel Arruda, sócio da Ismac - plataforma de cibersegurança para empresas -, o Banco Central falhou em não ter uma infraestrutura com segurança adequada. Afinal, lida com dados sensíveis e não deveria utilizar servidores públicos.

Dinheiro "fácil" atrai muita gente

Para Andrew Frank Storfer, diretor executivo da Anefac, a atual situação do país contribui diretamente para isso. O anúncio de haver R$ 8 bilhões em valores "esquecidos" em contas bancárias impressiona, e quando a população "enxerga a possibilidade de conseguir dinheiro em algum lugar, ela vai com muita sede ao pote". Os quase dois anos de pandemia também afetam, com desemprego crescente, alta da inflação e dos valores de produtos essenciais, além da queda na renda da população.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos