Mesmo sem empolgar, Atlético-MG tem início de Brasileiro até melhor do que em 2021

O aproveitamento e o futebol em campo até agora está longe do visto ao fim do Brasileiro de 2021, quando conquistou o torneio com 73,6% e desfilou o jogo mais bonito nos gramados. Mas, se olharmos apenas para as primeiras nove rodadas da edição atual e a do ano passado, o Galo tem um início de competição um pouco melhor do que a equipe comandada por Cuca. Hoje, o time tem 59,7% dos pontos em disputa, figura na terceira posição bem próximo do líder Corinthians e detém o primeiro lugar de boa das estatísticas. Nesta quarta-feira, a equipe enfrenta o Fluminense, no Maracanã.

Copa do Brasil: Principal jogo das oitavas, Flamengo e Atlético-MG se reencontram em fases distintas

Em 2021, após a vitória sobre o Cuiabá, o Galo também chegava a 16 pontos e os mesmos 59,7%, mas com cinco vitórias, três derrotas e um empate. O time estava em quarto lugar a cinco pontos do então líder Bragantino.

Hoje, o time do técnico Turco lidera em quesitos que mostram domínio sobre os adversários e um futebol ofensivo. É o dono da maior posse de bola (59,6%), passes (461), cruzamentos certos (6.3) e número de finalizações (18.4), segundo o site de estatísticas SofaScore. Por isso, tem a maior classificação média, com 6,99 — Palmeiras e Flamengo vêm logo em seguida.

A dois pontos do Corinthians, que tem 18, a equipe mineira empata em quase tudo com o Palmeiras — só sofreu mais gols que os paulistas (8 a 5) —, o segundo lugar do Brasileiro. Uma pista de que as duas equipes permanecem como favoritas na temporada brasileira e sul-americana, ainda que o futebol não seja tão vistoso quanto antes e as equipes nacionais estejam niveladas por qualidade técnica mais baixa.

O poderio ofensivo do Atlético continua como ponte forte da equipe que chamou a atenção principalmente na segunda metade do Brasileiro. Marcou 13 gols na competição, atrás apenas do São Paulo, com 15, e tem o atacante Hulk como vice-artilheiro (empatado com outros dois jogadores) com 5 gols. Calleri, do Tricolor Paulista, soma 8. Ano passado, até Hulk se adaptar ao time e ao técnico Cuca, a equipe tinha marcado 11 gols em nove rodadas.

Quando não lideram as estatísticas, os mineiros seguem bem próximos dos líderes em quesitos como chutes certos (5.4), finalizações ma trave (7) e grandes chances de gols (17).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos