Messi: "O futebol não será o mesmo depois do coronavírus"

O argentino Lionel Messi não acredita que o futebol voltará a uma normalidade depois da pandemia da Covid-19. Em declaração dada ao jornal El País, o canhoto lamentou os problemas causados pela doença que assola o mundo desde janeiro.

"Não voltará a ser o que era antes", avaliou o jogador, que fez questão de mandar seus lamentos a todas as pessoas que perderam entes queridos até aqui.

"Nós todos ficamos com uma dúvida sobre como vai ser o mundo depois de tudo isso que passou. Além do confinamento e dessa situação que pegou a gente de surpresa, muita gente passou por coisas muitos ruins", disse Messi.

"Essa situação afetou alguns diretamente, como todos os que perderam os seus familiares e amigos sem nem sequer poderem se despedir dos entes queridos", relatou o jogador.

Para ele, esse tem que ser o foco das lamentações na hora de brigar por uma reestruturação do futebol mundial e das sociedades como um todo.

"Acho que houve muitas coisas negativas nesta crise, mas não pode existir nada pior do que perder as pessoas que você mais gosta. Isso me deixa muito frustrado e parece o mais injusto de tudo isso", concluiu.