Meta criará grupo de trabalho para desenvolver mais recursos pagos no Instagram, Facebook

(Reuters) - A Meta está montando um novo grupo de trabalho que se concentrará na criação de produtos e recursos pagos para suas plataformas Facebook, Instagram e WhatsApp, disse um porta-voz da empresa nesta quarta-feira.

"Qualquer novo produto será complementar ao nosso negócio atual de anúncios", disse um porta-voz da companhia à Reuters em comunicado por e-mail.

A medida colocaria a Meta no mesmo caminho que empresas como Snap e Twitter, que passaram a cobrar dos usuários por acesso a recursos adicionais.

O desenvolvimento dessas ferramentas foi divulgado inicialmente pelo portal de tecnologia The Verge.

A empresa não tem planos de permitir que os usuários paguem para desativar os anúncios e está comprometida com o crescimento do negócio de anúncios, disse John Hegeman, chefe de anúncios e produtos comerciais da Meta, em entrevista ao The Verge.

A longo prazo, a Meta vê os recursos pagos se tornando uma parte mais significativa de seus negócios, disse Hegeman ao portal.

No mês passado, a Meta registrou sua primeira queda trimestral de receita, à medida que os temores de recessão e as pressões competitivas derrubaram as vendas de anúncios.

O grupo, chamado de novas experiências de monetização, será liderado por Pratiti Raychoudhury, que anteriormente era chefe de pesquisa da Meta, informou o The Verge.

(Por Juby Babu e Mrinmay Dey; reportagem adicional de Jaiveer Singh Shekhawat)