Meta mostra sua primeira loja física, com realidade virtual

Por Katie Paul

CALIFÓRNIA (Reuters) - A dona do Facebook, Meta, apresentou nesta quinta-feira uma prévia de sua primeira loja física, que apresenta uma tela que vai do chão ao teto para exibir jogos em seus headsets de realidade virtual e salas com dispositivos de videochamadas.

A loja, prevista para abrir em 9 de maio, está localizada no campus da unidade Meta's Reality Labs no Vale do Silício. A unidade desenvolve produtos de hardware que a empresa pretende vender, incluindo óculos inteligentes Ray-Ban, dispositivos de videochamada Portal e conjunto de realidade virtual Oculus VR.

O presidente-executivo da Meta, Mark Zuckerberg, diz que o metaverso pode ser a próxima grande plataforma de computação do mundo, mas alertou que pode levar cerca de uma década para que as apostas da empresa dêem certo.

Enquanto isso, com o crescimento desacelerando e a empresa ainda quase totalmente dependente de anúncios digitais para receita, a Meta tem cortado alguns investimentos de longo prazo.

A empresa está experimentando tecnologia de realidade aumentada que permitiria aos usuários participar de conferências como avatares via Portal, sem usar fones de ouvido, disse Micah Collins, diretor de gerenciamento de produtos que trabalha nas ferramentas corporativas.

Collins reconheceu que o negócio do metaverso corporativo é incipiente, e um porta-voz disse que a maior parte do uso do Horizon Workrooms, a tecnologia de conferência de realidade virtual, vem de dentro do Meta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos