Meta saberá tudo o que você vai fazer no metaverso

Resolução da Meta pode autorizar a empresa a rastrear o que chama mais atenção do usuário (Getty Image)
Resolução da Meta pode autorizar a empresa a rastrear o que chama mais atenção do usuário (Getty Image)
  • Meta lançou neste ano um headset de realidade virtual (VR), o Meta Quest Pro;

  • Tecnologia rastreia o movimento dos olhos durante o uso do produto;

  • Informações podem ser usadas para a venda de publicidade na plataforma.

Planeja utilizar o metaverso para experimentar tudo aquilo que não tem coragem de fazer na vida real? Talvez essa não seja uma boa ideia. Apesar da suposta liberdade do ambiente digital, os usuários devem ser observados bem de perto pelos desenvolvedores de tecnologia.

A Meta incluiu uma cláusula na política de privacidade para o headset de realidade virtual (VR), Meta Quest Pro, anunciado neste mês. O documento de utilização conta com um Aviso de Privacidade de Rastreamento Ocular que permitirá ao dispositivo usar câmeras para fazer uma estimativa da direção do olhar do usuário e “personalizar as experiências” de quem usa o dispositivo.

Na prática, a resolução pode autorizar a empresa a rastrear o que chama mais atenção do usuário para que, futuramente, consiga aperfeiçoar anúncios de acordo com o que chama mais a atenção de quem utiliza o recurso da marca.

A companhia ainda anunciou que que pretende colocar um ícone de olho em aplicativos compatíveis com o rastreamento ocular, antes que o usuário faça o download ou a compra. Dessa forma, o app receberá os dados captados pelo olhar simultaneamente.

A Meta diz que “essa estimativa é feita em tempo real no dispositivo conforme os olhos se movimentam” e que os dados brutos de imagem são excluídos do dispositivo assim que os dados abstraídos do olhar são gerados.

Para quem quiser comprar o dispositivo, apesar da coleta de dados, precisará desembolsar uma quantidade considerável de dinheiro. Enquanto o Quest 2 é vendido na loja oficial da Meta com preço a partir de US$ 400 (R$ 2.112), a versão Pro do óculos de realidade virtual chega ao exterior por U$ 1.499 (R$ 7.390).