Metade dos glaciares irá desaparecer até 2100

Metade dos glaciares do planeta irá desaparecer até final do século mesmo que se cumpram as previsões mais otimistas do Acordo de Paris, que implicam a limitação do aumento da temperatura média global a 1,5 graus celsius em relação aos níveis pré-industriais.

Caso se mantenha o cenário atual, que prevê um aumento de 2,7ºC, desaparecerão dois terços dos glaciares.

A conclusão alarmante provém de um estudo da Faculdade de Engenharia da Universidade de Carnegie Mellon, nos Estados Unidos, que revela que o fenómeno vai afetar sobretudo os glaciares mais pequenos da Europa Central, Canadá e Estados Unidos e que vai resultar num aumento preocupante no nível da água do mar.