Meteoro é visto em MG e assusta até prefeito: "Deus, sou eu de novo"

·2 min de leitura
Rastro de luz deixado por meteoro no céu - Foto: Reprodução/G1
Rastro de luz deixado por meteoro no céu - Foto: Reprodução/G1
  • Moradores do Triângulo Mineiro se assustaram com um rastro de luz caindo do céu

  • O que pareceu ser um meteoro também pôde ser observado no Alto Paranaíba

  • Até o prefeito de Patos de Minas se assustou com o feixe de luz. "Oi, Deus, sou eu de novo"

Moradores do Triângulo Mineiro se assustaram com um rastro de luz caindo do céu, na noite da última sexta-feira (14). O que pareceu ser um meteoro também pôde ser observado no Alto Paranaíba. O fenômeno foi relatado nas redes sociais em Uberlândia, Patos de Minas, Nova Ponte, Santa Juliana, Pedrinópolis e Perdizes.

Segundo alguns depoimentos, um rastro de luz foi deixado no céu seguido de um estrondo. Até o prefeito de Patos de Minas, Luís Eduardo Falcão (Podemos), se assustou com o feixe de luz. "Oi, Deus, sou eu de novo", escreveu no Twitter em tom de brincadeira.

Outros estados também registraram a entrada do meteoro, de acordo com o Observatório de Astronomia de Patos de Minas. Cientistas estudam a hipótese de que algum fragmento tenha chegado ao solo.

“Em Patos foi visto também, porém não ouviram o barulho, provavelmente pela distância. Alguns colegas que possuem estação de registro de meteoros também já postaram no grupo. Até uma estação em Bauru (SP) chegou a registrar, porém, bem próximo ao horizonte. Pelo brilho e pelo barulho, alguns colegas já trabalham com a hipótese que algum fragmento tenha chegado ao solo", afirmou ao portal G1 o coordenador do Observatório de Astronomia de Patos de Minas, Gilberto Dumont.

Profissionais do Brazilian Meteor Network (Rede Brasileira de Observação de Meteoros) estão reunindo imagens para calcular, através da triangulação da rota, e traçar a possível região da queda.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos