Metrô bate em cavalete durante teste em pátio em São Paulo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um trem da frota K, do Metrô, se chocou na manhã desta quarta-feira (31) contra um cavalete no pátio do Belém, na zona leste de São Paulo.

Segundo a Fenametro (Federação Nacional dos Metroferroviários), funcionários da Alstom realizavam um teste que fez com que a composição se movimentasse indevidamente. O Metrô afirma que ninguém ficou ferido.

Segundo a Fenametro, não havia nenhum operador controlando o trem e um comando por meio de computador gerou um código que provocou a movimentação da composição. "Se não fosse o cavalete, o trem teria seguido para o estacionamento de carros onde, na sequência, fica o galpão da manutenção", afirma, em nota. "Se houvesse operador de trem, a colisão teria sido evitada com o freio de emergência, visto que o trem partiu de condição estática", completa.

Os metroferroviários afirmam que o acidente deixou a composição K07 sem condições de operar novamente, caso não passe por uma uma reforma. Eles apontam que foram danificados os engates, frente, cabine e o console de monitoramento.

Segundo o Metrô, ninguém ficou ferido, os danos foram leves e serão reparados em breve pela equipe de manutenção. "Não haverá redução na oferta de trens, pois enquanto os reparos estiverem sendo feitos, um outro trem, que estava na reserva, vai recompor a frota de trens em circulação", afirmou, em nota.

A frota K, da qual faz parte o trem que se chocou contra o cavalete nesta quarta, é conhecida por uma série de problemas ocorridos ao longo dos últimos, incluindo descarrilamentos. As composições dessa frota passaram por reforma na primeira metade da década passada.