Metrô de SP começa a instalar câmeras com inteligência artificial

·1 minuto de leitura
A woman rides the metro during what is usually rush hour, in Republica station during a strike in Sao Paulo June 5, 2014. Union workers of Sao Paulo's Metro subway system are on strike since midnight, with just a week to go before the 2014 World Cup opens in Brazil, local media reported.  REUTERS/Nacho Doce (BRAZIL - Tags: SPORT SOCCER WORLD CUP CIVIL UNREST POLITICS TRANSPORT)
Até 2023, um circuito de cinco mil câmeras deverá ser instalado em todas as estações de quatro linhas (Nacho Doce/Reuters)
  • Metrô de São Paulo começa a implantar nova tecnologia de monitoramento eletrônico

  • Estações vão contar com câmeras e sistema de reconhecimento facial

  • Implementação começou na linha 3-Vermelha

Começa a operar nesta quinta-feira (24), em três estações da linha 3-Vermelha do metrô (Belém, Carrão e Guilhermina Esperança), uma nova tecnologia de monitoramento eletrônico com 91 câmeras de reconhecimento facial, fruto de R$ 58 milhões em investimento. Até 2023, um circuito de cinco mil câmeras deverá ser instalado em todas as estações de quatro linhas.

Leia também:

No entanto, o metrô diz que o objetivo com a implantação das novas tecnologias não é a identificação facial, mas diz que essa funcionalidade pode ser usada em casos de pessoas desaparecidas que tenham sido registradas pelo sistema de monitoramento, mesmo de máscara.

Como funciona

Esse sistema terá interligação com uma central de inteligência artificial, capaz de de ler imagens e gerar alertas em casos de objetos suspeitos deixados nas estações, crianças sem pais ou responsáveis, invasões ou então de pessoas na via.

Locais em que furtos de cabos são furtados também serão monitorados, segundo o secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy. Nesse caso, as câmeras são posicionadas e capturadas automaticamente, sem precisar da vigia de um profissional o tempo todo.

Assim, em caso de furto a tecnologia e a equipe presencial atuarão juntas para prender o criminoso. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos