Metsola levanta imunidade a eurodeputados

A presidente do Parlamento Europeu deu início, esta segunda-feira, a um procedimento de urgência para levantar a imunidade de dois eurodeputados. A medida de Roberta Metsola está relacionada com escândalo Qatargate.

Na rede social Twitter, a líder da Assembleia europeia referiu que o pedido partiu das autoridades judiciais belgas e assegurou que "Não haverá impunidade. Nenhuma".

Embora Roberta Metsola não tenha revelado a identidade dos dois eurodeputados, a euronews sabe que os alvos são o italiano Andrea Cozzolino e o belga Marc Tarabella, ambos do grupo dos Socialistas, no Parlamento.

Este é mais um caso que está a abalar Bruxelas. As autoridades belgas estão a investigar vários eurodeputados por, alegadamente, receberem dinheiro para beneficiar o Qatar.

O escândalo já levou à detenção de uma das vice-presidentes do Parlamento Europeu, a grega Eva Kaili, no dia 10 de dezembro. Na época, as autoridades apreenderam um 1,5 milhões euros em dinheiro.