'Meu contrato acabou quando o árbitro encerrou a partida', diz Tata Martino, treinador do México

Tata Martino deixa do comando da seleção mexicana após queda na fase de grupos da Copa do Mundo (Foto: Alfredo ESTRELLA / AFP)


Após a eliminação do México da Copa do Mundo, o técnico Gerardo "Tata" Martino se despediu do comando da seleção. A equipe conseguiu superar a Arábia Saudita por 2 a 1, porém deixou a competição no saldo de gols e viu a Polônia ficar com a segunda vaga do Grupo D.

- Meu contrato acabou quando o árbitro encerrou a partida. E não há nada mais - disse o comandante:

- Sou eu o responsável por essa decepção que tivemos hoje - completou.

Contudo, o treinador já havia demonstrado a vontade de deixar o comando do México, assim como a Federação também não se opôs à possível saída do profissional. A eliminação apenas sacramentou o que já estava previsto.

+ Confira e simule a tabela da Copa do Mundo

Com isso, a passagem do treinador argentino se encerra de forma melancólica com o fim de uma escrita. O México não é eliminado da primeira fase de uma Copa do Mundo desde 1978, na Argentina. Desde então, havia avançado todas as vezes em que disputou a competição.

- Assumimos o fracasso que tivemos nesta Copa do Mundo - afirmou Tata Martino.

De acordo com o periódico 'Record', do México, o treinador pretende retornar à Argentina para ficar mais próximo da família, ainda mais agora que tem uma neta recém-nascida. A Federação não pretende dar sequência em virtude dos maus resultados.