Mexicana descobre terapia capaz de eliminar vírus HPV

Segundo a cientista Eva Ramón Gallegos (ao centro, sentada), o tratamento pode ser utilizado em casos de câncer de mama e melanoma. (Foto: Reprodução)
Segundo a cientista Eva Ramón Gallegos (ao centro, sentada), o tratamento pode ser utilizado em casos de câncer de mama e melanoma. (Foto: Reprodução)

Uma pesquisadora do México alcançou um feito inédito na história da medicina. Eva Ramón Gallegos conseguiu erradicar o HPV, o Vírus do Papiloma Humano, através de uma nova terapia.

A descoberta de Eva é um passo enorme para combater as mortes por câncer de colo de útero. Em sua pesquisa, a cientista eliminou o vírus de portadoras sem causar lesões.

Ela utilizou uma terapia fotodinâmica capaz de provocar morte celular do vírus em 29 pacientes. Além da luz, ela conta com uma substância química fotossensibilizadora.

“Ao contrário de outros tratamentos, elimina células danificadas e não afeta estruturas saudáveis. Por isso, tem um grande potencial para diminuir a taxa de mortalidade por câncer do colo do útero”, explicou ela à Radio Guama.

A pesquisa demorou cerca de 20 anos para ser completada. De acordo com a cientista, o tratamento pode ser utilizado também em casos de câncer de mama e também melanoma.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos