MG: 25 suspeitos são mortos durante troca de tiros com a polícia

·2 min de leitura
Armamento apreendido durante operação da PM e PRF que resultou na morte de 25 suspeitos de roubo a bancos em Varginha (MG) - Divulgação/Polícia Militar/Reprodução/G1
Armamento apreendido durante operação da PM e PRF que resultou na morte de 25 suspeitos de roubo a bancos em Varginha (MG) - Divulgação/Polícia Militar/Reprodução/G1
  • Uma operação policial resultou na morte de 25 suspeitos de roubos a bancos em Varginha (MG)

  • De acordo com a PM, os suspeitos eram especialistas neste tipo de crime

  • Foram recuperados explosivos, armas longas ponto 50 e 10 fuzis, munições e 10 veículos roubados

Uma operação policial resultou na morte de 25 suspeitos de roubos a bancos neste domingo (31), em Varginha (MG). A ação reuniu Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).

De acordo com a PM, os suspeitos eram especialistas neste tipo de crime. Granadas, fuzis e coletes à prova de bala foram apreendidos.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, os confrontos com os homens ocorreram em duas abordagens diferentes. Na primeira, os suspeitos atacaram as equipes da PRF e da PM, com 18 criminosos mortos no local.

Em uma segunda chácara, conforme a PRF, foi encontrada outra parte da quadrilha e neste local. Após intensa troca de tiros, sete suspeitos morreram.

Os suspeitos haviam alugado um sítio na cidade para ficarem perto do Batalhão da PM e assim realizarem a ação. Durante as duas abordagens, foram recuperados explosivos, armas longas ponto 50 e 10 fuzis, além de outras armas, munições, granadas, coletes, miguelitos e 10 veículos roubados.

"Foi uma operação conjunta PRF e PM, que resultou em uma apreensão de forte armamento, um grande número de armas de fogo, além também de explosivos, coletes balísticos que eram utilizados por esses infratores. O que temos até agora é que houve essa grande apreensão em que vários criminosos estão sendo socorridos", explicou a capitã Layla Brunnela, da Polícia Militar.

"Provavelmente, é a maior operação referente ao novo cangaço aqui no país, muitos infratores fariam um roubo a banco e foram surpreendidos pelo nosso serviço de inteligência integrado com a Polícia Rodoviária Federal", completou.

Segundo a PRF, a ocorrência foi encaminhada à Polícia Judiciária. Com informações do portal G1

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos