Mianmar tem novos combates em conflito anti-junta militar

·1 minuto de leitura

(Reuters) - Opositores do Exército de Mianmar lutaram contra tropas no leste do país neste domingo e afirmam ter matado mais de 13 membros das forças de segurança, capturado quatro e destruído uma delegacia de polícia, segundo a imprensa local.

Os combates perto da fronteira dos Estados de Southern Shan e Kayah foram os mais recentes do conflito que ganhou força em partes do país do Sudeste Asiático desde o golpe que derrubou a líder eleita Aung San Suu Kyi.

Membros da Força de Defesa do Povo, organizado desde o golpe, disse ao serviço de notícias Irrawaddy que eles mataram pelo menos 13 membros das forças de segurança quando invadiram uma delegacia de polícia nos arredores da cidade de Mobye.

Eles disseram a outros veículos de imprensa que mais pessoas morreram em um outro conflito 20 km ao sul.

A Reuters não conseguiu entrar em contato com um porta-voz da junta limitar para comentar os conflitos. A televisão estatal não os mencionou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos