Michael J. Fox escondeu da família o diagnóstico de Parkinson por sete anos

Rafael Monteiro
·1 minuto de leitura
89th Academy Awards - Oscars Red Carpet Arrivals - Hollywood, California, U.S. - 26/02/17 - Actor Michael J. Fox. REUTERS/Mario Anzuoni
Michael J. Fox. REUTERS/Mario Anzuoni

Michael J. Fox, intérprete do icônico Marty McFly da trilogia "De Volta Para o Futuro", foi diagnosticado com a Doença de Parkinson em 1991, no auge da carreira em Hollywood, quando tinha apenas 29 anos. Sem acreditar na opinião dos médicos, o ator escondeu a notícia da família por muito tempo - mais precisamente, sete anos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

A revelação foi feita em sua nova autobiografia, ‘No Time Like the Future: An Optimist Considers Morality’ ( 'No Time Like the Future: An Optimist Considers Mortality' ("Não há tempo como o futuro: um otimista considera a mortalidade", em tradução livre), ainda sem data de lançamento no Brasil, onde também fala das dificuldades recentes para executar o seu trabalho como ator.

Leia também

Em entrevista ao programa Good Morning America, o ator lembrou que foi diagnosticado quando trabalhava na comédia "Dr. Hollywood – Uma Receita de Amor" (1991), que ainda incluía Woody Harrelson e Bridget Fonda no elenco. “Achei que era um erro [médico]. Eu realmente achei que era um erro e fui atrás de segundas e terceiras opiniões”, falou ele.

“Eu cheguei a uma paz em relação a isso [doença de Parkinson]. Ele tira um espaço mas deixa outro, para fazer outras coisas e prosperar, como golfe, ter amizades e viajar”, disse o ator, que defende que as pessoas "vivam, amem e sejam gratas". "Todos têm pesos para carregar e alguns são mais pesados, mas se você razão para ser grato, será capaz de continuar", refletiu.

Assista abaixo (em inglês):

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube