Michelle Bolsonaro deve agradecer mulheres e fazer oração em evento do marido

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A primeira-dama Michelle Bolsonaro deve ter uma participação de destaque na convenção do PL no próximo domingo (24).

A organização do evento separou um momento para ela fazer uma fala. Deve ser a única a discursar, além do presidente Jair Bolsonaro (PL).

A campanha quer atribuir a ela fazer os acenos a dois eleitorados importantes: o evangélico e as mulheres.

Como uma forma de fortalecer o vínculo dos religiosos ao pré-candidato, Michelle deve fazer uma oração durante sua fala.

Também deve agradecer a presença e o apoio das mulheres ao seu marido. Uma das principais preocupações da campanha de Bolsonaro é reduzir sua rejeição entre o eleitorado feminino.

Não é a primeira vez que a campanha recorre à Michelle. Ela se filiou ao PL para participar das inserções partidária que foram ao ar em junho, mas acabou desistindo em cima da hora. Organizadores do evento deste domingo esperam que a primeira-dama não recue novamente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos