Michelle Bolsonaro propõe jejum de 12h em “clamor pelo Brasil”

Aumento da participação da primeira-dama Michelle Bolsonaro na campanha de reeleição de Bolsonaro visa atrair o eleitorado feminino, um dos segmentos que mais o rejeita (REUTERS/Adriano Machado)
Aumento da participação da primeira-dama Michelle Bolsonaro na campanha de reeleição de Bolsonaro visa atrair o eleitorado feminino, um dos segmentos que mais o rejeita

(REUTERS/Adriano Machado)

  • Michelle Bolsonaro convoca apoiadores para jejum de 12 horas;

  • Em vídeo no Instagram, narrador pede para "levantar um clamor pelo Brasil";

  • No começo de setembro, primeira-dama convocou pessoas para “30 dias de oração e jejum”.

A primeira-dama Michelle Bolsonaro publicou em seu perfil do Instagram um vídeo pedindo que os apoiadores façam um jejum, nesta quinta-feira (29), da meia-noite ao meio-dia. “Clamor e jejum pela nossa nação. Clame e declare: O Brasil é do Senhor Jesus!, escreveu na legenda do post.

No vídeo, um homem narra uma passagem da Bíblia enquanto imagens de manifestações e comícios com Jair Bolsonaro (PL) aparecem na tela. “Vamos levantar um clamor pelo Brasil. Você que é cidadão e cristão, reserve um tempo neste dia e clame ao senhor Jesus por nosso país”, diz o áudio.

No começo de setembro, Michelle já havia convocado as pessoas para “30 dias de oração e jejum” até o primeiro turno das eleições. No vídeo em questão, pastores evangélicos aliados ao presidente faziam o convite.

Estas não são as únicas vezes que Michelle usa a religião em campanha política. Em ocasiões anteriores, ela recebeu lideranças religiosas em encontro espiritual com mulheres, descrevendo o momento atual como “guerra espiritual”. Há também vídeos em que aparece cantando e pregando com a Bíblia na mão e a realização de vigília em frente ao Alvorada.

O aumento da participação da primeira-dama na campanha de reeleição de Bolsonaro visa atrair o eleitorado feminino, um dos segmentos que mais o rejeita. O atual presidente também foca no eleitorado evangélico, fatia em que lidera e que também é disputada pelo principal adversário nas eleições, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente: