Michelle nega que Jair Bolsonaro tenha ido para hospital com dor abdominal

Michelle negou que Jair Bolsonaro tenha sido internado (EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Michelle negou que Jair Bolsonaro tenha sido internado (EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
  • Michelle Bolsonaro afirmou que Jair não foi ao hospital na noite de quinta-feira

  • Estadão publicou que presidente havia sido internado com dores abdominais

  • Outros aliados e assessores de Bolsonaro apareceram para desmentir as informações

A primeira-dama Michelle Bolsonaro veio a público na manhã desta sexta-feira (18) para desmentir a informação de que Jair Bolsonaro (PL) deu entrada em um hospital.

Horas antes, o jornal O Estado de S. Paulo havia publicado que o presidente tinha ido para o Hospital das Forças Armadas, em Brasília, após sentir fortes dores abdominais e passaria por exames.

Michelle utilizou seu perfil no Instagram para garantir que trata-se de uma "mentira" e, sem citar nomes, disse que a informação havia sido divulgada por "jornalecos".

Ex-ministro do turismo, Gilson Machado Neto também utilizou as redes sociais para dizer que a notícia "é fake". Deputado federal e ex-secretário de Cultura, Mário Frias foi outro que desmentiu a notícia nas redes sociais, assim como a deputada federal Bia Kicis.

Ao UOL, o médico-cirurgião do presidente, Antônio Macedo, disse não ter conhecimento de nenhum problema abdominal de Bolsonaro.

Assessores do presidente também garantiram que o único problema de saúde dele é uma ferida na perna causada pela erisipela, da qual ele já está se recuperando.

As informações iniciais

Segundo as informações iniciais do Estadão, Bolsonaro havia dado entrada no hospital na noite de quinta e sido diagnosticado com uma nova hérnia na cicatriz da cirurgia realizada após a facada recebida por ele em 2018, durante ato de campanha eleitoral.

O jornal citou fontes do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e relatou que a possibilidade de uma nova cirurgia estava sendo avaliada.