Microsoft detalha kit de desenvolvimento para os Surface Duo e Neo

Wagner Wakka

Depois de anunciar o Microsoft Duo em outubro do ano passado, agora a criadora do Windows revelou informações sobre o kit de desenvolvimento e como aplicativos vão funcionar em seu sistema.

O Duo é o novo produto da Microsoft, que consiste em uma espécie de tablet com duas telas. A empresa conta com dois modelos, o Surface Duo com menores dimensões e o Surface Neo, maior, também com display duplo.

A versão menor será alimentada com Android, enquanto a maior, com o Windows 10X. Segundo publicação oficial da Microsoft, cada app será aberto somente em uma tela, sendo possível passar o programa de um lado a outro. Contudo, será possível que desenvolvedores experimentem utilizar os dois espaços ao mesmo tempo, com um só programa.

Apps por padrão vão abrir em uma só janela (Foto: Divulgação/Microsoft)

Por exemplo, ao usar um app que simula um livro, algum desenvolvedor poderia aproveitar os dois lados para apresentar as páginas. Até o momento, o que a Microsoft revela são algumas opções experimentais de configuração para os aparelhos. Ainda, ela reforça que tanto o Duo, quanto o Neo, podem ser usados em modo retrato ou paisagem. Ou seja, aberto como um livro, ou como um laptop com uma das telas trabalhando como teclado.

Outra ferramenta que a Microsoft quer implementar é a possibilidade de arrastar janelas. A questão é que, como os programas abrem maximizados por padrão, seria mais confortável para o usuário poder transformá-los em janela e arrastá-los, por exemplo, para usar mais de dois apps ao mesmo tempo.

Configurações propostas pela Microsoft (Foto: Divulgação/Microsoft)

O documento apresentado pela Microsoft também reforça a diferença entre um aparelho com duas tela e um com display dobrável, como o Galaxy Fold. Como há um vinco no meio, a empresa sugere que nada de muito importante seja deixado no meio da tela. Junto disso, ela também recomenda que o app sempre privilegie somente uma tela, ao invés de duas.

Outra questão sobre isso, está em um sistema que mascara o vinco. Em uma foto que se abre nas duas telas, por exemplo, é possível cortar parte da imagem, para que ela não fique com aparência estranha.

Programa deve considerar corte para que foto não pareça estranha (Foto: Divulgação/Microsoft)

Para que desenvolvedores saibam como trabalhar nna plataforma, a Microsoft está lançado dois emuladores, tanto para o Android, quanto no Windows 10X com as respectivas APIs. Assim, os produtores podem ter uma melhor noção de como seus programas vão rodar na versão final de cada sistema operacional.

A Microsoft deve mostrar mais sobre o desenvolvimento de produtos com duas telas em seu evento, em maio. Outras fabricantes como Dell, HP, Lenovo e ASUS já demonstraram interesse em lançar aparelhos semelhantes.


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: