Microsoft vai fechar sede do Skype em Estocolmo

A gigante da informática Microsoft anunciou nesta terça-feira o fechamento da sede em Estocolmo do serviço de mensagens por vídeo Skype, aberta em 2003 na capital sueca

A gigante da informática Microsoft anunciou nesta terça-feira o fechamento da sede em Estocolmo do serviço de mensagens por vídeo Skype, aberta em 2003 na capital sueca.

"A Microsoft tomou a difícil decisão de iniciar consultas com os sindicatos para fechar o escritório do Skype em Estocolmo, colocando em risco os empregos das 120 pessoas que trabalham lá", indicou a Skype Suécia em um e-mail enviado à AFP.

O Skype se referiu ao objetivo da Microsoft de concentrar suas atividades nos Estados Unidos "para permitir uma melhor colaboração, melhorando a eficiência de engenharia e aumentando o ritmo e a qualidade da inovação".

"Estamos empenhados em fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para ajudar todos aqueles afetados por este processo e, sempre que possível, oferecer novas oportunidades", acrescentou a empresa.

O Skype, comprado pelo eBay em 2009 e mais tarde pela Microsoft em 2011, foi criado pelo sueco Niklas Zennstrom e pelo dinamarquês Janus Friis e muito rapidamente tornou-se uma maneira muito popular para fazer chamadas internacionais gratuitas.

É uma empresa emblemática do setor de alta tecnologia sueca, junto com Spotify (plataforma de música online), Mojang (jogo Minecraft) ou King (jogo Candy Crush).