"Mike Pence merece isso"; ira de Trump contra vice é foco de audiências de ataque ao Capitólio

Trump e Pence comentam resultados preliminares das eleições em novembro de 2020

Por Patricia Zengerle e Richard Cowan

WASHINGTON (Reuters) - Um painel do Congresso que investiga o ataque ao Capitólio dos Estados Unidos no ano passado por partidários de Donald Trump apresentou evidências em sua audiência no horário nobre de que o ex-presidente representava um perigo tanto para a democracia norte-americana quanto para seu vice-presidente, Mike Pence.

A deputada Liz Cheney, vice-presidente republicana do comitê da Câmara dos Deputados que investiga o ataque de 6 de janeiro de 2021, disse em audiência na quinta-feira que Trump falou com aprovação sobre os gritos da multidão para "enforcar Mike Pence".

O comitê liderado pelos democratas está realizando uma série de seis audiências este mês para compartilhar as conclusões de sua investigação de quase um ano sobre os eventos antes e no dia do ataque.

"Você ouvirá que o presidente Trump estava gritando e, cito, 'muito furioso' com conselheiros que lhe diziam que ele precisava fazer algo mais" para reprimir o tumulto, disse Cheney na audiência. "E, ciente dos gritos dos manifestantes para 'enforcar Mike Pence', o presidente respondeu com este sentimento: 'Talvez nossos apoiadores tenham a ideia certa', Mike Pence, cito, 'merece isso'."

O pai da deputada, Dick Cheney, foi vice-presidente dos EUA de 2001 a 2009 no governo do presidente republicano George W. Bush.

O ataque ao Capitólio foi lançado em uma tentativa fracassada de impedir que membros do Congresso certificassem formalmente em um processo supervisionado por Pence a derrota do republicano Trump para o democrata Joe Biden nas eleições de novembro de 2020.

Normalmente um evento rotineiro, a certificação se tornou o foco de Trump, que a viu como uma última chance de manter a Presidência apesar de perder a eleição. Seus apoiadores se reuniram em Washington para participar de um comício com Trump, que havia feito repetidas alegações falsas de que a eleição foi roubada dele por meio de fraude eleitoral generalizada.

Milhares de apoiadores de Trump invadiram o Capitólio, fazendo com que parlamentares, funcionários, jornalistas e o próprio Pence fugissem para salvar suas vidas. A multidão não apenas pediu que o vice-presidente fosse enforcado, mas ergueu uma forca improvisada do lado de fora do Capitólio.

O comitê exibiu um vídeo dos comentários de Trump no comício, no qual ele pediu aos apoiadores que marchassem até o Capitólio --a sede do Congresso-- e "lutassem como o inferno".

"Se Mike Pence fizer a coisa certa, nós ganhamos a eleição. Tudo o que o vice-presidente Pence precisa fazer é enviar (os resultados) de volta aos Estados para que sejam recertificados, e nos tornamos presidente - e vocês são as pessoas mais felizes", disse Trump a uma multidão estridente.

(Reportagem de Patricia Zengerle e Richard Cowan, reportagem adicional de Doina Chiacu)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos