Mike Tyson confronta rapper que fez comentário preconceituoso contra filha transgênero de Dwyane Wade

LANCE!
·1 minuto de leitura


O astro do boxe Mike Tyson convidou o rapper Boosie Badazz para um podcast que comanda e o confrontou sobre um comentário transfóbico contra a filha do ex-astro da NBA Dwyane Wade, Zaya Wade.

Tyson afirmou que 'já foi como Boosie Badazz' em entrevista à 'TMZ' e contou que a filha o convenceu a pensar diferente. Inclusive, ela viajou para participar da conversa com o rapper com objetivo de 'confrontá-lo' sobre seus pensamentos com relação a comunidade LGBT.

- Minha filha voou de Nova York a Los Angeles, Califórnia, onde estou, apenas para estar lá porque ela achou que Boosie foi tão desrespeitoso que ela teve que confrontá-lo - disse, contando ainda que o rapper foi respeitoso e o debate ocorreu sem maiores problemas.

Em fevereiro deste ano, Wade revelou, em entrevista ao programa "The Ellen DeGeneres Show", que a filha de 12 anos que nasceu menino era transgênero, e que ela tinha total apoio da família.

- Em primeiro lugar, eu e minha esposa, Gabrielle Union, somos os orgulhosos pais de uma criança da comunidade LGBTQ+, e também somos orgulhosos aliados. (...) Ela disse: 'Olha, quero falar com vocês, quero seguir em frente e viver minha verdade. E quero que vocês se refiram a minha como ela e dela'. Eu adoraria se vocês me chamassem de Zaya' - relatou.