Milhares de migrantes saem em caravana do Sul do México rumo aos Estados Unidos

Milhares de migrantes saíram, nesta segunda-feira, da cidade de Tapachula, no Sul do México, com a intenção de chegar aos Estados Unidos, onde começa a Cúpula das Américas com o tema da migração na agenda.

Excluído: EUA não convidariam governo Maduro para a Cúpula das Américas 'de jeito nenhum'

Críticas: Governo Bolsonaro reclama de preparativos da Cúpula das Américas

Marcelo Ninio: China convida Argentina para cúpula do Brics

Um fotógrafo e um cinegrafista da AFP constataram que a caravana é integrada por milhares de pessoas, embora não haja dados oficiais disponíveis.

— Dizemos aos líderes dos países que se reúnem hoje na Cúpula das Américas que as mulheres e as crianças migrantes, as famílias migrantes, não são moeda de troca, de interesses ideológicos e políticos — declarou à AFP Luis García, da ONG Dignificación Humana, que acompanha os migrantes. — Caminhamos por nossa liberdade, porque temos direito de migrar.

Sob uma persistente chuva, os migrantes começaram sua caminhada rumo aos EUA, uma trajetória de mais de 3 mil quilômetros.

Bolsonaro sobre Biden: No G-20 tratou 'como se eu não existisse', disse ao confirmar encontro bilateral em junho

Omar Herrera, da Venezuela, contou que saiu de seu emprego em uma universidade em seu país porque o salário "não dava para nada" e agora está disposto a fazer jornadas extenuantes de caminhadas em busca de um futuro melhor.

— Sem sacrifício, não há vitória — acrescentou.

Relembre: Quatro fatos que marcaram as Cúpulas das Américas

As caravanas de migrantes que percorreram o México em 2018 e 2019 provocaram fortes tensões com os EUA, então governado pelo republicano Donald Trump.

Desde então, o México reforçou seus controles na fronteira sul e, em 2021, foram detidos 307.679 migrantes em situação irregular.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos