Milhares participam de passeata do Orgulho LGBT em Paris

·1 minuto de leitura

PARIS (Reuters) - A passeata do Orgulho LGBT atraiu milhares de pessoas para as ruas de Paris neste sábado, com muitos manifestantes usando o primeiro evento do tipo desde a pandemia para denunciar a repressão na Hungria.

Os manifestantes gritaram slogans como "Direitos dos homossexuais são direitos humanos!" e percorreram as ruas desde Pantin, nos arredores de Paris, até Place de la Republique, na margem direita da cidade, em meio a bandeiras de arco-íris e cartazes coloridos.

Questionado sobre a Hungria, onde uma nova lei proíbe a distribuição de materiais considerados como promotores de homossexualismo em escolas, um manifestante afirmou que trata-se de uma situação inaceitável.

"Nenhum país do mundo, nenhuma parte do mundo deveria criminalizar a homossexualidade. Isso é um absurdo", disse Marc Pauli, 58, à Reuters TV.

Mais de 200 manifestações pelos direitos LGBT foram adiadas ou canceladas por causa da pandemia no ano passado, segundo a Associação European Pride Organisers.

(Por Ardee Napolitano)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos