Milhares de pessoas são evacuadas por chegada de tufão a Taiwan

Turistas são retirados das ilhas do leste de Taiwan, onde está prevista a passagem do tufão Dujuan - que vem ganhando força no Pacífico, em 27 de setembro de 2015

Cerca de 3.000 pessoas, a maioria turistas, foram retiradas neste domingo das ilhas do leste de Taiwan, onde está prevista a passagem do tufão Dujuan - que vem ganhando força no Pacífico.

O ciclone, com ventos de 209 quilômetros por hora, alcançou neste domingo às 03h30 (de Brasília) 560 quilômetros por hora no sudeste de Taiwan, a 350 quilômetros da ilha de Ishigaki, no extremo sul do Japão.

"Ele está no limite máximo das tempestades consideradas moderadas e não descartamos que ganhe força", declarou à AFP um porta-voz do serviço meteorológico taiwanês.

As empresas de barcas que operam na Ilha Verde e na Ilha de Lanyu, no mar das Filipinas, aceleraram a frequência de de suas viagens para poder transportar mais pessoas antes que as travessias sejam suspensas na noite deste domingo.

Cerca de 3.000 pessoas foram evacuadas das duas ilhas, segundo a secretaria de Turismo local.

A tempestade pode perturbar as celebrações da Festa do Meio Outono (ou Festa da Lua) em Taiwan, um dos mais importantes festejos do calendário chinês.

Antes de chegar a Taiwan, o Dujuan deve passar nesta segunda-feira a Ishigaki na direção rumo à China, cujas costas tocará a partir de terça-feira.

Os serviços meteorológicos japoneses alertaram que o tufão pode provocar ondas de 13 metros e chamou a atenção para o risco de deslizamentos de terra.

Não foram registrados danos até o momento, embora "o vento tenha começado a ganhar força", declarou por telefone à AFP um funcionário de Ishigaki.

Pelo menos três voos foram cancelados, segundo as companhias aéreas japonesas.