Suposto jihadista vinculado a célula de atentados de 11/9 é detido na Espanha

Madri, 22 abr (EFE).- Agentes da Guarda Civil espanhola detiveram em Segóvia (centro) um suposto jihadista, de 43 anos e origem egípcia, vinculado à célula de Hamburgo (Alemanha), de onde procediam os terroristas que cometeram os atentados de Nova York em 11 de setembro de 2001.

O Ministério do Interior da Espanha informou neste sábado em um comunicado que o detido, Hakem Mohktar Abdallah, supostamente financiava o terrorismo conseguindo dinheiro de vários países europeus e era procurado pelas autoridades egípcias por pertencer a uma organização terrorista.

Segundo a mesma fonte, "o detido era vinculado à célula terrorista desarticulada em abril de 2002 em Hamburgo, embora tenha sido posto em liberdade posteriormente".

A investigação, durante a qual tem havido troca de informações com os serviços de inteligência egípcio e alemão, descobriu que Abdallah morou durante um tempo em outros países da Europa, como a Alemanha e agora na Espanha.

Segundo os acordos internacionais de extradição assinados pela Espanha, o detido ficará à disposição da justiça espanhola durante este sábado. EFE