Miliciano é preso acusado de ameaçar expulsar ‘a bala’ moradores de condomínio na Zona Oeste

Carolina Heringer
·1 minuto de leitura
Foto: Reprodução de vídeo

Policiais da Draco prenderam, nessa segunda-feira, um miliciano acusado de expulsar moradores de um condomínio Serpa, do “Minha casa, minha vida” em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio. Wallace Luís dos Santos foi capturada na comunidade do Cesarão, no mesmo bairro. Duas vítimas acusaram o paramilitar de ter ameaçado retirá-las do apartamento “na base da bala”. Contra Wallace havia um mandado de prisão preventiva pelo crime de organização criminosa.

As vitimas ainda contaram à polícia que Wallace estabeleceu prazo de cinco dias para que a família deixasse o condomínio, ameaçando-as de morte caso a ordem não fosse cumprida. “Eu vou para as guerras da milícia sempre. Eu mato vocês a hora que eu quiser”, disse o miliciano, segundo relato dos moradores expulsos.

Ainda acordo com o depoimento de testemunhas, o grupo liderado por Wallace expulsou ao menos dez famílias do condomínio apenas em 2020. As primeiras vítimas que foram até a polícia para prestar depoimento só tiveram coragem de procurar a 14ª (Leblon), na Zona Sul do Rio. A delegacia ficou responsável pelas investigações.