Milionário que xingou Greta Thunberg tem 11 carros de luxos apreendidos

Andrew Tate: influenciador foi preso acusado de tráfico de mulheres e abuso sexual (Inquam Photos/Octav Ganea via REUTERS)
Andrew Tate: influenciador foi preso acusado de tráfico de mulheres e abuso sexual (Inquam Photos/Octav Ganea via REUTERS)
  • Veículos estão sendo mantidos para custear a investigação de tráfico humano;

  • Andrew Tate havia acabado de usar seus carros de luxo como argumento para poluir o mundo;

  • Dentre os veículos apreendidos estão um Rolls-Royce e um Aston Martin.

Andrew Tate, personalidade da extrema-direita que viralizou nos últimos meses com seus vídeos no TikTok, teve seus 11 carros de luxo apreendidos pela polícia, logo após usá-los como argumento pela destruição do meio ambiente em uma discussão no Twitter com a ativista Greta Thunberg.

Os veículos foram apreendidos pela polícia romena, país em que Tate se exilou, em meio à sua prisão por tráfico humano e exploração sexual de mulheres. Segundo Ramona Bolla, porta-voz da agência de investigações DIICOT da Romênia, autoridades estão mantendo os carros de Tate para "sustentar o custo da investigação" e também para financiar quaisquer pagamentos de danos às vítimas.

Segundo a agência de notícias romena Gândul, dentre os modelos apreendidos estão um Rolls-Royce Wraith da linha Black Badge das montadoras e um Aston Martin Vanquish S Ultimate. Estimativas do site especializado em carros TopGear.com, o Wraith tem um valor aproximado de US$ 300 mil (R$ 1,6 milhão) e o Vanquish S cerca de US$ 250 mil (R$ 1,3 milhão). De acordo com a porta-voz, uma das linhas de investigação também averigua se os veículos de luxo foram comprados com dinheiro do tráfico humano.

Tate se tornou popular no mundo online através do compartilhamento de suas falas sexistas enquanto exibia sua aparente riqueza. Um de seus vídeos mais infames, o influenciador conservador aparece dizendo que as mulheres devem "assumir a responsabilidade" por seus estupros.

Mais recentemente ele tentou iniciar uma briga online com Greta Thunberg, uma das ativistas ambientais mais famosas do mundo, ao tuitar para ela sobre seus carros de luxo e suas "enormes emissões". Em resposta, Thunberg apenas afirmou que o influenciador tinha "energia de pinto pequeno".

Dentre as alegações da polícia romena, está a de que seis mulheres traficadas por Tate foram forçadas a fazer pornografia para o seu negócio online. Ao menos uma delas também teria sido estuprada pelo acusado. O influenciador foi uma das personalidades da extrema-direita que tiveram suas contas no Twitter restauradas por Elon Musk. Além dele, seu irmão e outras duas mulheres que integravam sua quadrilha foram presos.