Militantes do Novo vão à TV Band protestar contra exclusão de João Amoêdo de debate

Débora Melo
Militantes do Novo se queixam de ausência de João Amoêdo do debate da Band.

Cerca de 50 militantes do partido Novo foram à sede da TV Band, na noite desta quinta-feira (9), para protestar contra a ausência do candidato João Amoêdo do debate da emissora.

Dos 13 candidatos confirmados à Presidência da República, 8 participam do primeiro debate entre os candidatos à Presidência: Alvaro Dias(Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSol), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede).

João Amoêdo não foi convidado pela Band, que justificou sua decisão com base na Lei 13.488/2017. A legislação determina que as emissoras de rádio e TV são obrigadas a convidar para os debates os candidatos dos partidos que tiverem no mínimo 5 parlamentares no Congresso Nacional, entre deputados e senadores. Quanto aos demais candidatos, as emissoras têm autonomia para convidar ou não. Criado em 2016, o Novo não tem parlamentares no Congresso.

"O João Amoêdo precisa vir aos debates para ser ouvido. O partido Novo não usa dinheiro público. Temos direito ao fundo partidário e ao fundo eleitoral, mas não usamos", afirma a engenheira civil Isabel Teixeira, 54, que é filiada ao Novo. Ela concedeu entrevista à reportagem do HuffPost Brasil na sede da TV Band, no Morumbi.

Amoêdo chegou a fazer abaixo-assinado para participar do debate da Band, mas a emissora não mudou de ideia. Ele conseguiu coletar aproximadamente 140 mil assinaturas.

Acompanhe o live tweeting do debate da Band.

LEIA MAIS:

Continue a ler no HuffPost