Militar da Marinha chama professor de "preto de merda" e é preso

O capitão-tenente da Marinha, Joanesson Stahlschmidt, de 36 anos, foi preso após xingar um professor de surfskate no Parque do Ibirapuera, zona sul de São Paulo, na última sexta-feira (2).

O professor Jagner Macedo Santos, de 33 anos, foi chamado de “preto de merda” pelo oficial da Marinha, em meio a uma discussão no parque.

Segundo a vítima, o oficial da Marinha se sentiu ofendido após ser instruído a pedalar na ciclofaixa, e não em um trecho próprio a skatistas.

Foi quando Joanesson chamou o profissional de “preto de merda”. A situação foi filmada e circula nas redes sociais.

De acordo com o portal Metrópoles, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSPSP) informou, em nota, que o capitão-tenente foi preso em flagrante por injúria racial.

“As partes foram conduzidas ao 17º DP [Distrito Policial] e a vítima representou criminalmente contra o autor, que foi autuado em flagrante e entregue à equipe da Marinha”, afirmou a pasta.