Militar preso por beijo na boca será indenizado em R$ 90 mil

·2 minuto de leitura
Foto: Getty Images.
Foto: Getty Images.
  • União terá que indenizar militar da reserva em R$ 90,4 mil por situação ocorrida em 2019;

  • Na época, Rogério Santos, com 32 anos de carreira nas Forças Armadas, beijou uma mulher durante uma missão;

  • Após julgamento da Marinha, Santos foi repatriado quatro meses antes do período previsto e ficou 48h em reclusão.

Em decisão da 2ª Vara Federal de São Gonçalo, Rio de Janeiro, a União terá que indenizar em R$ 90,4 mil um militar da reserva que, em 2019, foi punido pela Marinha com dois dias de prisão por beijar uma mulher durante uma missão na Noruega.

Rogério Santos, que na época tinha 32 anos de carreira nas Forças Armadas e atuava como suboficial, estava em sua última viagem internacional antes de se aposentar. O beijo filmado, e o motivo causador da prisão, aconteceu durante a fraternização com tripulantes de outro navio.

Leia também:

Ao repercutir nas redes sociais, os superiores de Santos, na Marinha, resolveram puni-lo com sua repatriação quatro meses antes do período previsto do fim da expedição, e também determinaram, após julgamento, sua reclusão por 48h.

Bianca Figueira, advogada do militar, levou o caso à Justiça Federal, alegando que a sanção foi desproporcional ao ocorrido.

Ao longo dos processos, Figueira sustentou que Santos, um homem negro, foi vítima de racismo estrutural na Marinha. Segundo a advogada, outros casos similares aconteceram com militares e a punições foram menores.

A União alegou que o militar trouxe prejuízo para a imagem da Marinha, destacando o fato de ser casado.

Porém, para o juiz Erik Wolkart, a conduta de Santos não estava tipificada no Regulamento Disciplinar da Marinha. Dessa forma, determinou-se o pagamento a Santos de R$ 60,4 mil referentes ao valores que deixou de receber diante da suspensão da viagem, e mais R$ 30 mil por danos morais, com possibilidade de recurso.

As informações são do Globo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos