Índia mantém alerta meteorológico após ventos que deixaram 110 mortos

Nova Délhi, 4 mai (EFE).- A Índia manteve nesta sexta-feira o alerta meteorológico por um prazo de 48 horas depois que as tempestades e fortes chuvas que castigam desde quarta-feira o norte do país causarem pelo menos 110 mortos e 300 feridos nos estados de Uttar Pradesh e Rajastão.

Em Uttar Pradesh, "há 75 mortos e 92 feridos e um alerta de 48 horas na metade do estado, principalmente em Uttar Pradesh ocidental e Gorakhpur", informou à Agência Efe o diretor de Projetos da Autoridade de Gestão de Desastres regional, P.P. Gupta.

Apesar do alerta em vigor, a fonte esclareceu que a situação está "sob controle" e que não houve nenhuma tempestade desde ontem à noite.

No Rajastão, por outro lado, os mortos já chegam a 35, de acordo com o último balanço fornecido à Efe pelo porta-voz da Autoridade de Gestão de Desastres regional Bijendra Singh.

"A situação é normal, mas para as pessoas que foram afetadas levará tempo retornar à normalidade", concluiu o porta-voz.

De acordo com o Departamento Meteorológico da Índia, se esperam para hoje tempestades acompanhadas de borrascas em sete estados do nordeste e leste do país, enquanto tempestades com rajadas de vento castigarão pelo menos 16 dos 29 estados. EFE