Forças Armadas repudiam fala na CPI sobre corrupção; Aziz reage

·2 minuto de leitura
General Walter Souza Braga Neto, ministro da Defesa. (Photo by Andressa Anholete / Getty Images)
General Walter Souza Braga Neto, ministro da Defesa. (Photo by Andressa Anholete / Getty Images)

O Ministério da Defesa e os comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica assinaram uma nota oficial repudiando a fala do presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM). Segundo a carta, Aziz teria criticado o envolvimento de integrantes das Forças Armadas em casos suspeitos de irregularidades no Ministério na Saúde. 

O texto foi compartilhado pelo presidente Jair Bolsonaro e é assinado pelo ministro Walter Braga Netto e os comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica. A pasta afirmou que “as Forças Armadas não aceitarão qualquer ataque leviano às instituições que defendem a democracia e a liberdade do povo brasileiro.”

“O Ministro de Estado da Defesa e os Comandantes da Marinha e do Brasil, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira repudiam veemente as declarações do Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito, Senador Omar Aziz, no dia 07 de junho de 2021, desrespeitando as Forças Armadas e generalizando esquemas de corrupção”, diz a nota.

Leia também:

A nota provocou reações entre senadores na noite desta quarta-feira (7/7). Houve tensão entre o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e Aziz.

Senador Omar Aziz, presidente da CPI da Covid. (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Senador Omar Aziz, presidente da CPI da Covid. (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)

"Minha fala hoje foi pontual, não foi generalizada. E vou afirmar aqui o que eu disse lá na CPI, novamente: podem fazer 50 notas contra mim; só não me intimidem, porque, quando estão me intimidando, e vossa excelência não falou isto –, estão intimidando esta Casa aqui. Vossa excelência não se referiu à intimidação que foi feita pela nota das Forças Armadas”, disse o presidente da CPI.

Durante o depoimento do ex-diretor do Departamento de Logística, Roberto Ferreira Dias, Omar Aziz disse:

- Os bons das Forças Armadas devem estar muito envergonhados com algumas pessoas que hoje estão na mídia, porque fazia muito tempo, fazia muitos anos que o Brasil não via membros do lado podre das Forças Armadas envolvidos com falcatrua dentro do Governo.

Com informações do Metrópoles.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos