Milton Neves revela golpe de R$ 17 milhões por funcionário: “Simplesmente assinava"

Milton Gonçalves levou um golpe de R$ 17 milhões (Foto: Reprodução / Band)
Milton Neves levou um golpe de R$ 17 milhões (Foto: Reprodução / Band)

Resumo da Notícia:

  • Milton Neves participou do programa de Cátia Fonseca na Band

  • O jornalista esportivo revelou que foi vítima de um golpe por 18 anos

  • Um ex-funcionário foi resposável por desviar cerca de R$ 17 milhões

O comentarista esportivo Milton Neves revelou nesta sexta-feira (1º) ter levado um prejuízo de R$ 17 milhões por conta de um golpe dado por um ex-funcionário. Ele entrou na justiça contra o golpista.

Em conversa com Cátia Fonseca, no “Melhor da Tarde”, ele detalhou o que aconteceu: “Fui padrinho de formatura da classe dele, filho de uma colega minha. Ele estava desempregado, e a mãe dele procurou uma prima minha. Arrumamos um emprego. Botei um vampiro para cuidar do meu banco de sangue, então ele me roubou devagarzinho. Todas as notas fiscais, tudo fria”, afirmou.

O comentarista descobriu o golpe apenas em 2021 após uma reportagem da revista Veja São Paulo. Inicialmente ele acreditou que o prejuízo era de R$ 2,5 milhões, mas o valor foi atualizado. “Foram R$ 17 milhões, rentabilizados”, alertou.

Milton continuou: “Era tanto dinheiro [que recebia] na Record, agora na Band, e simplesmente assinava [as notas] e tudo bem. Muitas vezes, dia 5 ou 20, tinha R$ 300 mil para pagar imposto, o negócio todo, e assinava. Ele estava me roubando todos esses anos.”

Os desvios teriam durado cerca de 18 anos. “Ele deixou as provas dos crimes, mas tem mais ainda: cartão de crédito, foi um inferno na minha vida. Era muito dinheiro, nem fazia conta. Acreditei nesse cara”, lembrou do processo.

Cátia quis saber o que foi mais difícil para o jornalista quando foi confrontado com a verdade. “Foi a decepção. Estava ruim em uma época e mandei ele embora. Chamei o contador, que disse que ele tinha direito a receber R$ 900 mil. Dei R$ 1,5 milhão. Aí quando soube, mudei, ele foi demitido por justa causa”, concluiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos