Milton Ribeiro deve dormir na PF de SP e ter audiência por vídeo, diz defesa

Ex-ministro da Educação Milton Ribeiro foi preso preventivamente pela PF nesta quarta (22) e deverá permanecer na sede até quinta (23). (Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil)
Ex-ministro da Educação Milton Ribeiro foi preso preventivamente pela PF nesta quarta (22) e deverá permanecer na sede até quinta (23). (Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil)

O ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, preso preventivamente pela PF (Polícia Federal) nesta quarta-feira (22), deve passar a noite na Superintendência da Polícia Federal de São Paulo, de acordo com o advogado de defesa Daniel Bialski.

Segundo o defensor do ex-ministro, a PF alegou que não tem recursos logísticos para fazer a transferência de Ribeiro a Brasília ainda nesta quarta.

Com isso, a audiência de custódia do ex-ministro deve ser feita por vídeo nesta quinta-feira, a despeito da decisão da Justiça do Distrito Federal que havia negado o pedido da defesa para a permanência do ex-ministro na capital paulista.

O escândalo do 'Bolsolão do MEC'

Ribeiro foi alvo de busca e mandado de prisão nesta manhã por suspeitas de envolvimento em corrupção passiva e tráfico de influência durante sua gestão à frente do Ministério da Educação.

A operação Acesso Pago deteve Ribeiro em sua casa em Santos, no litoral paulista. Também foi detido os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura, ligados ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

Os três são acusados de instaurar um balcão de negócios no MEC (Ministério da Educação) utilizando verbas do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), ligado à pasta.

A gestão de Milton Ribeiro no MEC

Procurada, a PF ainda não se manifestou sobre o assunto.

Os crimes dos quais o ex-ministro é acusado tem relação com um esquema de corrupção orquestrado por pastores evangélicos, a partir da distribuição de recursos do FNDE durante sua gestão.

As repercussões da prisão do ex-ministro

da agência O Globo

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos