'A mim me dói', diz médica após vídeos com declarações de Bolsonaro serem exibidos na CPI

·2 minuto de leitura

RIO — Durante seu depoimento na CPI da Covid, nesta quarta-feira, a médica Luana Araújo afirmou que é impossível não sofrer impacto quase emocional após assistir vídeos de Jair Bolsonaro minimizando a pandemia. O material foi exibido pelo senador de oposição Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Ela começou dizendo que gostaria que sua participação na CPI fosse técnica, mas em seguida disse:

— É uma situação muito difícil e muito complexa, triste para quem trabalha com infectologia, com saúde pública, para quem vê paciente, para quem testemunha as dificuldades e os horrores que a gente vem passando.

E completou:

— A mim, como médica, infectologista, epidemiologista, educadora em saúde, isso me suscita que eu preciso trabalhar mais, que eu preciso informar melhor as pessoas. A mim me parece que falta informação de qualidade. Quando obtém informação de qualidade, não é mais esse tipo de comportamento que a gente espera que aconteça. Então, a mim me dói.

Dez dias após ser anunciada, a infectologista deixou o cargo de secretária de enfrentamento ao coronavírus.

Ausência de infectologista

Ainda durante seu depoimento, Luana Araújo disse que desconhecia a existência de outro médico infectologista no Ministério da Saúde quando foi chamada para trabalhar lá. Ela deixou o ministério antes mesmo de sua nomeação ter saído. Em audiência na Câmara, o ministro da saúde, Marcelo Queiroga, deu a entender que houve veto de Bolsonaro na decisão.

Indagada, durante a sessão na CPI, por que a nomeação não saiu antes de ela começar a trabalhar, Luana respondeu:

— O que me foi dito é que existe um período entre a criação da secretaria e o apostilamento de cargos para que minha nomeação pudesse ser publicada no Diário Oficial. Sairia na segunda-feira, não saiu. Sairia na terça, não saiu. Na quarta-feira eu entendi [que não haveria nomeação]. Trabalhei normalmente. À noite fui chamada e avisada que na nomeação não sairia.

A médica ainda afirmou que "provavelmente não aceitaria" se fosse convidada hoje para o cargo, principalmente devido à exposição.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos