Minério de ferro tem alta na China, mas registra pior outubro desde 2011

MANILA (Reuters) - O preço do minério de ferro no mercado à vista na China registrou alta de 1 por cento nesta sexta-feira, mas fechou outubro com o pior desempenho para o mês desde 2011, com o excesso da oferta do produto e a fraqueza do mercado de aço pressionando as cotações. Mineradoras globais de baixo custo como a Vale, Rio Tinto e BHP Billiton relataram aumento da produção trimestral neste mês. "É inevitável... produzir mais é uma solução razoável para garantir a receita", disse Wang Li, analista do Grupo CRU em Pequim. O minério de ferro para entrega no porto de Tianjin subiu 0,50 dólar nesta sexta-feira, para 49,50 dólares por tonelada, após ter atingido na quinta-feira o menor nível desde 9 de julho, de acordo com o The Steel Index (TSI). O preço da matéria-prima do aço caiu quase 10 por cento no acumulado do mês, registrando o pior outubro desde 2011, quando recuou 31 por cento. Após romper o nível de 50 dólares nesta semana, a matéria-prima do aço está mais perto da mínima do ano de 44,10 dólares, atingida no início de julho, o menor valor para o indicador desde que o TSI começou a compilar os dados em 2008. (Reportagem de Manolo Serapio Jr.)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos