Minas Gerais elege ex-jogador de vôlei Maurício Souza e Aécio Neves para a Câmara

***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 13.05.2022 - O deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 13.05.2022 - O deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Maurício Souza, ex-jogador de vôlei demitido do Minas Tênis Clube por publicações homofóbicas nas redes sociais, foi um dos candidatos a deputado federal eleitos por Minas Gerais. Lançado pelo PL, ele recebeu 83.396 votos.

Aécio Neves (PSDB), que abriu mão da disputa ao Senado em 2018 e concorreu à Câmara, conseguiu se reeleger, mas com 20 mil votos a menos do que obteve na última campanha. Em 2018, ele reuniu 106,7 mil apoios; neste ano, 85.341.

Já o ex-ministro do Turismo de Bolsonaro Marcelo Álvaro Antônio foi reeleito para o terceiro mandato em Minas Gerais, também pelo PL, partido do presidente. O ex-ministro foi o pivô do esquema de candidaturas de laranjas do PSL. O caso, revelado pela Folha, consistia no uso de repasses expressivos de dinheiro do partido a candidatas, sem sinal de que houvesse campanha efetiva.

Mais votado em 2018, ele foi, agora, o eleito com o número mais baixo de apoios —31.025.