Mineiro, Pelé foi morar em Santos somente aos 15 anos e começou a jogar pelo Bauru

O maior jogador de futebol de todos os tempos, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, morreu nesta quinta-feira, aos 81 anos. Com uma história marcada por títulos, conquistas e atuações importantes na história do futebol mundial, o craque que nasceu em Três Corações, no sul de Minas Gerais, chegou ao Santos aos 15 anos e começou sua carreira no Bauru Atlético Clube - local em que recebeu o apelido que o acompanhou no resto de sua vida.

Por mais que muitos não saibam, a história de Pelé não começa em São Paulo. Nascido em Três Corações, no sul de Minas Gerais, o pequeno Edson passou por algumas cidades antes de chegar ao Santos Futebol Clube, que só cruza sua trajetória em sua adolescência.

Saída de Três Corações, no sul de Minas Gerais, e chegada em Bauru, interior de São Paulo

Filho do ex-jogador de futebol João Ramos do Nascimento, conhecido como Dondinho, e Celeste Arantes do Nascimento, o pequeno Edson saiu de Três Corações, ainda com três anos de vida, em direção a São Lourenço, outra cidade no sul de Minas em que seu pai iria atuar em um time local.

Na cidade Mineira, Dondinho jogou pelo Vasco de São Lourenço e além de seu pai, o pequeno Edson admirava um outro jogador do time, o goleiro “Bilé” - precursor de seu apelido. Quando brincava no gol e fazia alguma defesa, Edson gritava o nome do defensor, mas, pela pouca idade, acabava pronunciando de uma forma diferente, como “Pilé”.

Mudando mais uma vez com seu pai, o costume da brincadeira foi levado para Bauru, em São Paulo, onde Dondinho foi jogar pelo Bauru Atlético Clube (BAC). Após uma brincadeira de um colega de escola, o apelido de Pelé acabou pegando e o acompanhou até os tempos atuais.

Na região de Bauru, o menino Pelé começou a chamar a atenção por seu futebol nas ruas da cidade e foi convidado para fazer parte da equipe de base Bauru Atlético Clube, onde seu pai jogava.

Santos mais próximo do que nunca

Foi quando seu técnico, o ex-jogador da seleção brasileira, Waldemar de Brito, após treiná-lo e ganhar títulos ao lado de Pelé, decidiu levá-lo para Santos, em 1956.

Pelé chegou ao clube com 15 anos, já apontado como promessa de craque do futebol brasileiro. A primeira casa do craque foi na rua Euclides da Cunha,o número 215, no bairro da Pompéia, em Santos - cidade onde ele viveu de maneira ininterrupta até 1974.

Pelé inicia seu o caminho até o reinado

Após ingressar no Santos, em um jogo treino, Pelé fez quatro gols e seu time ganhou de 6 a 1. Na sua primeira partida oficial pelo time, no dia 7 de setembro de 1956, em um jogo amistoso, o Santos goleou o Corinthians por 7 a 1, com dois gols daquele que estava iniciando seu reinado.