Minimizada por Queiroga, Covid-19 matou 2.625 crianças e adolescentes no Brasil

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Foto: Getty Images.
Foto: Getty Images.
  • Do começo da pandemia até o dia 6 de dezembro, o Brasil totaliza 2.625 mortes de pessoas entre zero e 19 anos, ou seja, a média de quatro óbito por dia;

  • Na sexta-feira (24), a Sociedade Brasileira de Pediatria lançou um manifesto proclamando a urgência de se imunizar crianças entre 5 e 11 anos;

  • A instituição diz que as taxas de mortalidade e letalidade em crianças no Brasil estão entre as maiores do mundo.

Enquanto cresce a expectativa pelo começo da vacinação contra a Covid-19 em crianças e adolescentes, dados do Ministério da Saúde trazem informações graves.

O Brasil totaliza 2.625 mortes de pessoas entre zero e 19 anos, o que significa a média de quatro óbitos por dia do começo da pandemia até o dia 6 de dezembro.

Leia também:

Na sexta-feira (24), a Sociedade Brasileira de Pediatria lançou um manifesto proclamando a urgência de se imunizar crianças entre 5 e 11 anos, postura que foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no dia 16 de dezembro.

O manifesto contraria informações dadas pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que recentemente fez declaração afirmando que as mortes de crianças por Covid-19 estão em um patamar baixo.

A instituição diz que as taxas de mortalidade e letalidade em crianças no Brasil estão entre as maiores do mundo.

Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2020, o Brasil teve 373 mortes de pessoas com menos de um ano por Síndrome Respiratória Aguda Grave em decorrência da Covid-19.

Enquanto isso, 189 indivíduos entre 1 e 5 anos e 641 de 6 a 19 anos morreram, totalizando 1.203 mortes.

Em 2021, os dados apontam uma situação mais grave: 418 bebês com menos de um ano morreram, assim como 208 crianças entre 1 e 5 anos e 796 indivíduos de 6 a 19 anos, somando 1.422 mortes.

As informações são da CNN.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos