Ministério da Defesa ativa centro para coordenar uso das Forças Armadas contra coronavírus

Daniel Gullino
Ministério da Defesa, em Brasília

BRASÍLIA — O Ministério da Defesa anunciou nesta sábado a ativação do Centro de Operações Conjuntas, que irá coordenar a utilização das Forças Armadas no combate ao novo coronavírus. Também foram ativados dez Comandos Conjuntos, com atuação nas cinco regiões do Brasil. Cada comando reúne representantes das três Forças (Exército, Aeronáutica e Marinha) nos estados que estão sob sua abrangência. Os dez comandos se reportam ao Centro de Operações.

Nenhuma atuação das Forças Armadas foi definida até o momento, mas o Ministério da Defesa lista algumas possíveis funções, como o controle de passageiros e tripulantes nos aeroportos, portos e terminais marítimos; controle de acesso às fronteiras; descontaminação e atuação em postos de triagem e hospitais de campanha.

No caso dos hospitais de campanha, o ministério ressalta que essa opção será avaliada "com especial cuidado", porque esse tipo de hospital possui baixa capacidade de leitos, por ter sido concebido para atuação em operações militares ou humanitárias.

A pasta também informou que tem recebido pedidos de apoio de diversos órgãos estaduais e municipais, e que essas demandas estão sendo direcionadas aos Comandos Conjuntos responsáveis. Neste sábado, por exemplo, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, afirmou que irá solicitar apoio do Exército para conseguir manter idosos em casa e impedir que eles circulem nas ruas.

Na quinta-feira, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, já havia assinado uma portaria com diretrizes para atuação das Forças Armadas no combate ao novo coronavírus. A portaria determinava que os comandantes das três Forças ficassem em "condições de disponibilizar recursos operacionais e logísticos" e que informassem "as necessidades de recursos financeiros necessários para planejamento das ações".

Também neste sábado, o Ministério da Justiça informou que irá realizar barreiras sanitárias em 17 cidades que ficam nas fronteiras com países da América do Sul que tiveram restrições de circulação determinadas nesta semana.