Ministério da Defesa da Rússia diz que pode fechar usina nuclear de Zaporizhzhia se bombardeio continuar

Usina nuclear de Zaporizhzhia, perto de Enerhodar, na Ucrânia

MOSCOU (Reuters) - O Ministério da Defesa da Rússia disse nesta quinta-feira que a usina nuclear de Zaporizhzhia, no sul da Ucrânia, pode ser fechada se as forças ucranianas continuarem a bombardear as instalações, algo que Kiev nega ter feito.

Em um briefing, Igor Kirillov, chefe das forças de defesa radioativa, química e biológica da Rússia, disse que os sistemas de apoio da usina haviam sido danificados como resultado do bombardeio. Kirillov disse que no caso de um acidente na usina, o material radioativo cobriria a Alemanha, Polônia e Eslováquia.

A usina de Zaporizhzhia foi capturada pelas forças russas em março. Ela permanece perto da linha de frente e tem sido repetidamente bombardeada nas últimas semanas. A Rússia e a Ucrânia culpam-se mutuamente pelos ataques à usina.

(Reportagem da Reuters)