Ministério da Saúde anuncia distribuição de terceira dose contra Covid a partir da segunda quinzena de setembro

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA - O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira que vai distribuir doses de reforço contra a Covid-19 a partir de setembro deste ano. Conhecida também como “terceira” dose, ela será destinada, inicialmente, a pacientes imunossuprimidos e para pessoas acima de 70 anos de idade. A pasta informou ainda que vai reduzir, a partir de setembro, o intervalo entre as doses da vacina da Pfizer e AstraZeneca de 12 para oito semanas.

De acordo com o anúncio feito pelo Ministério da Saúde, a dose de reforço será feita, preferencialmente, com o imunizante da Pfizer, mas também poderá ser feito, de forma alternativa, com vacinas da Janssen ou da AstraZeneca. Segundo o ministério, a dose de reforço será aplicada em pessoas imunossuprimidas 28 dias após a aplicação da segunda dose. Para quem tem mais de 70 anos de idade, o reforço será aplicado naquelas pessoas que receberam a segunda dose há mais de seis meses.


Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos