Ministério da Saúde enviará ao Maranhão 600 mil testes para busca de variante indiana

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que irá enviar 600 mil testes para o Maranhão para que possa ser feita a busca ativa de novos infectados pela variante indiana. Ele teme que possa ocorrer uma transmissão comunitária.

A intenção é fazer uma busca ativa em pessoas sintomáticas e assintomáticas. Ela será feita em rodoviários federais, estadual, aeroporto. A declaração foi dada em coletiva neste sábado (22).

"Qualquer passageiro que tiver um caso positivo em teste rápido, ela fará RT-PCR com a pesquisa também genômica com o intuito de possibilitar a busca da variante indiana."

Os primeiros casos da variante indiana do coronavírus Sars-CoV-2 no Brasil foram confirmados nesta quinta-feira (20) no estado do Maranhão.

A Secretaria Estadual de Saúde do Maranhão informou que a variante B.1.617 foi detectada em seis amostras coletadas em tripulantes do navio MV Shandong da ZHI, com bandeira de Hong Kong, ancorado em alto-mar na costa de São Luís, desde o dia 7 de maio.

Um dos tripulantes da embarcação, de nacionalidade indiana, está internado em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de um hospital particular de São Luís desde o sábado passado (15). Ele precisou ser levado de helicóptero do navio até a unidade de saúde.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos