Ministério da Saúde negocia aquisição de 30 milhões de doses das vacinas Sputinik V e Covaxin

·1 minuto de leitura
Vacina russa Sputnik V

BRASÍLIA (Reuters) - O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira que negocia a aquisição de 30 milhões de doses das vacinas contra a Covid-19 Sputinik V e Covaxin.

Segundo nota da pasta, deve ocorrer reunião na próxima sexta-feira com representantes do instituto russo Gamaleya, fabricante Sputinik V, e do laboratório indiano Bharat Biotech, fornecedor do imunizante Covaxin, para negociação.

Caso a compra seja fechada, o país poderá receber 8 milhões doses da Covaxin em fevereiro e 12 milhões em março. O instituto russo poderá entregar, caso adquiridas, 10 milhões de vacinas Sputnik até março.

Segundo a nota do ministério, a "decisão de avançar nas negociações ocorre após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar o novo protocolo com simplificação do processo de concessão de uso emergencial e temporário de vacinas, dispensando a realização de estudos clínicos de fase 3" no país.

(Reportagem de Maria Carolina Marcell)