Ministério da Saúde reduz de 5 para 4 meses intervalo de dose de reforço contra Covid

·1 min de leitura
***ARQUIVO***SAO PAULO, SP, 13/09/2021, BRASIL - VACINAÇÃO CONTRA O COVID-19 - (Foto:Rivaldo Gomes/Folhapress)
***ARQUIVO***SAO PAULO, SP, 13/09/2021, BRASIL - VACINAÇÃO CONTRA O COVID-19 - (Foto:Rivaldo Gomes/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou neste sábado (18) a redução do intervalo de aplicação da terceira dose da vacina contra a Covid de cinco para quatro meses. Segundo ele, o objetivo é ampliar a proteção contra a variante ômicron. 

"A dose de reforço é fundamental para frear o avanço de novas variantes e reduzir hospitalizações e óbitos, em especial em grupos de risco", afirmou em seu perfil oficial de rede social. 

Leia também:

O ministro informou que a portaria com a modificação será publicada na próxima segunda-feira (20). 

"Informem-se sobre o calendário vacinal de seu município e veja se já chegou a sua vez", postou. 

Mais cedo, Queiroga disse que a pasta decidiu estabelecer um procedimento mais longo para autorizar a imunização de crianças de 5 a 11 anos e só vai anunciar a decisão sobre o assunto em 5 de janeiro, apesar da autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para a vacinação deste grupo. 

Segundo o ministro, o prazo mais extenso é importante por se tratar de um "tema sensível". 

"A Anvisa, através de uma decisão de uma gerência própria, incluiu a vacina da Pfizer para aplicação em crianças na faixa etária entre 5 e 11 anos", disse. Mas, segundo Queiroga, a "introdução desse produto no âmbito de uma política pública requer uma análise mais aprofundada" do ministério. 

Em sua avaliação, só a autorização da Anvisa não era suficiente para que a vacinação fosse colocada em prática.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos