Ministério da Saúde reduz em quase 4 milhões de doses a previsão de vacinas para junho

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — O Ministério da Saúde reduziu em 3,9 milhões de doses a previsão de entregas de vacinas contra a Covid-19 em junho. Até semana passada, a pasta contava com cerca de 43,8 milhões de doses para este mês, mas o número foi atualizado nesta quarta-feira para 39,8 milhões.

Houve queda na previsão de recebimento da CoronaVac, feita pelo Instituto Butantan, de 6 milhões para 5 milhões. Doses da vacina feita AstraZeneca/Fiocruz também tiveram redução, de 20,9 milhões para 18 milhões. Nos dois casos, o Ministério da Saúde informa, no cronograma atualizado, que os quantitativos dependem de confirmação dos laboratórios considerando o recebimento do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), matéria-prima usada para fazer o produto.

A nova previsão frustra comunicado da própria pasta que, nesta quarta-feira, divulgou informe ressaltando que "junho deve bater recorde de distribuição com + de 40 MILHÕES de doses distribuídas pelo Ministério da Saúde!"

Na semana passada, a pasta chegou a informar o quantitativo de 39,7 milhões de doses para serem recebidas em junho. A previsão representava uma redução de 12,5 milhões de doses em relação ao cronograma divulgado anteriormente. No mesmo dia, o ministério elevou o número para 43,8 milhões em junho. Nesta quarta, o dado foi atualizado pra 39,8 milhões.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos