Ministério de Damares Alves tem surto de Covid-19 e vai passar por desinfecção

CAMILA MATTOSO
·2 minuto de leitura
*ARQUIVO* BRASÍLIA, DF, 02.09.2020 - A ministra Damares Alves durante evento no Palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*ARQUIVO* BRASÍLIA, DF, 02.09.2020 - A ministra Damares Alves durante evento no Palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, comandado por Damares Alves, atravessa um surto de Covid-19 em suas dependências e passará por desinfecção.

Por ter interagido com funcionários contaminados, que são pelo menos seis, a própria ministra tem dito que deve passar por teste nesta quinta-feira (11). Há ainda mais servidores com suspeita de estarem contaminados e que ainda não receberam os resultados.

Em nota ao Painel, a assessoria de imprensa do ministério confirma "a informação de testagem positiva nos exames para Covid-19 de servidores que fazem parte da estrutura do Gabinete", mas pondera que "não estão necessariamente dentro das dependências do setor. Algumas dessas unidades, inclusive, funcionam em outros prédios."

A pasta também diz que nenhum dos servidores apresentaram sintomas graves e, portanto, não foram hospitalizados.

"Por precaução, todos os demais foram colocados em trabalho domiciliar e orientados a realizar exames, mesmo aqueles que não apresentarem sintomas. Vários já testaram negativo. Também foi solicitada a desinfecção de todos os locais de trabalho do Ministério", completa a nota.

Em nota ao Painel, a assessoria de imprensa do ministério confirma "a informação de testagem positiva nos exames para Covid-19 de servidores que fazem parte da estrutura do Gabinete", mas pondera que "não estão necessariamente dentro das dependências do setor. Algumas dessas unidades, inclusive, funcionam em outros prédios."

A pasta também diz que nenhum dos servidores apresentaram sintomas graves e, portanto, não foram hospitalizados.

"Por precaução, todos os demais foram colocados em trabalho domiciliar e orientados a realizar exames, mesmo aqueles que não apresentarem sintomas. Vários já testaram negativo. Também foi solicitada a desinfecção de todos os locais de trabalho do Ministério", completa a nota.

Por fim, a pasta destaca que possui um comitê interno de prevenção ao coronavírus e que tem dado preferência a reuniões virtuais.

A taxa de ocupação de leitos no Distrito Federal estava em 96,48% nesta quarta-feira (10).