Ministério de Damares exonera Secretária Nacional de Juventude

Jéssica Moura
·1 minuto de leitura
Jayana Nicaretta, exonerada da Secretaria Nacional de Juventude

BRASÍLIA — A Secretária Nacional de Juventude, Jayana Nicaretta, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, foi exonerada do cargo nesta terça-feira. O ato está publicado no Diário Oficial da União (DOU) e é assinado pelo ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto.

O nome cotado para o lugar de Nicaretta é o da advogada Emilly Rayanne Coelho Silva, que já exerce cargo comissionado de assessora no Ministério da Cidadania.

Jayana Nicaretta teria pedido demissão da pasta comandada por Damares Alves para trabalhar no Ministério de Minas e Energia. Ela é engenheira de petróleo por formação e foi nomeada no ano passado para o cargo no MDH, aos 24 anos, quando tinha apenas um ano de formada. À época, o ato foi questionado pois Nicaretta não cumpriria os novos requisitos para nomeação de servidores em cargos comissionados do Executivo. Sonar: Damares impulsiona pauta ideológica em meio a trégua de Bolsonaro com Congresso e STF

No ministério, Nicaretta chegou a liderar, no início deste ano, a campanha do governo federal que defendia a abstinência sexual para prevenção da gravidez precoce. Cabe à secretaria elaborar as políticas públicas voltadas para a juventude, além de promover pesquisas e diagnósticos sobre essa parcela da população.